Como Criar um E-mail de Venda

Como Criar um E-mail de Venda

A pergunta que muitos profissionais de marketing e vendas fazem é: como criar um e-mail de venda? Aliás, como criar um bom e-mail de venda?

O trabalhador gasta em média um quarto do seu dia de trabalho na caixa de entrada. O e-mail é uma parte vital da comunicação atual, e nas vendas isso não é diferente. Mas se não for feito da forma correta, os e-mails podem ser chatos, impessoais e ineficientes. Para te ajudar, nós fizemos esse artigo com algumas dicas de como escrever um e-mail mais objetivo para o seu cliente.

1.Faça um e-mail curto

Escrever um e-mail onde o cliente terá que abusar da barra de rolagem é perda de tempo! Escreva um e-mail simples e objetivo para que o cliente consiga ver as informações que ele mais deseja de forma rápida. Não se esqueça de checar o e-mail no celular, já que muitas pessoas olham suas mensagens por ele.

2. Planejamento é tudo

Se você está escrevendo um e-mail para um potencial cliente, é bem provável que você espera algo dele. Faça algumas perguntas para você mesmo enquanto escreve: por que você está mandando esse e-mail? O que você espera? Se você está querendo marcar uma reunião, sugira uma data e um horário específico, e inclua detalhes sobre a reunião como a duração, por exemplo.

3. Não tenha medo de impor limite de data

Se você está esperando uma resposta sobre uma proposta, coloque um limite de data, de forma simples, é claro, sem ser grosso. Tente colocar de uma forma que mostre uma certa urgência, mas de forma amigável.

4. Utilize a tecnologia a seu favor

Existem várias tecnologias de vendas disponíveis para fazer uma comunicação mais eficiente. Um tracker de e-mails pode ajudar o vendedor a determinar a eficiência e os hábitos dos potenciais clientes. Vamos supor que você mandou uma proposta para um cliente por e-mail. Com um tracker, você pode ver se o e-mail foi aberto e o tipo de atividade que ele pode ter gerado, se ele foi encaminhado, quantas vezes foi aberto e etc. Dependendo do programa, ele pode até te mostrar qual é a melhor hora de mandar um e-mail e a melhor hora de ligar para o cliente.

5. Personalize os seus e-mails

Não trabalhe no automático! Aprenda mais sobre o seu cliente e mande um e-mail personalizado para que ele possa perceber que você fez a sua pesquisa. Ao mandar um e-mail, tenha certeza que ele não contenha informações genéricas que poderiam ser encontradas facilmente no site da sua empresa. Criar um e-mail personalizado pode ser um fator decisivo na hora do cliente fechar ou não o negócio com você.

6. Vá além da caixa de entrada

O e-mail deve ser usado para gerar interesse, agendar reuniões e enviar e receber propostas. Porém, ele não é a forma mais indicada para fechar o negócio: isso deve ser feito por telefone ou pessoalmente. Por isso, o seu e-mail deve ser criativo o bastante para que o potencial cliente possa te ligar ou marcar uma reunião, onde você irá mostrar pra ele as verdadeiras qualidades do seu produto ou serviço.

Para resumir, seu e-mail deverá ser dividido em três partes:

Introdução

Não exagere aqui. O assunto e as primeiras frases devem ser para chamar a atenção do seu cliente. É o que determina a abertura ou o excluo do e-mail.

Proposta

Principal motivo do seu e-mail. Foque no valor e na solução do problema do seu cliente. Por que ele deve se importar com você? Se existe um benefício claro para ele, você terá uma resposta, se não, ele irá ignorá-lo.

Ação

Esse é o ponto crucial, onde você fala para o cliente exatamente o que você quer, se é uma reunião, uma ligação ou etc.

Gostou do nosso artigo? Confira nosso blog! Temos várias outras dicas para você melhorar o seu negócio.

Conheça a Gamefic – Plataforma de Gamificação

Compartilhe o Post

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Previous
Next