Equipe render mais | Gamefic

5 Dicas para aumentar a proatividade dos funcionários

5 Dicas para aumentar a proatividade dos funcionários 

Conseguir aumentar a proatividade de uma equipe de trabalho é o que todo gestor deseja. Através dela é possível diminuir problemas, tornar a equipe mais independente, produtiva e mais motivada. 

Porém, nada disso significa que o caminho é fácil, afinal de contas mudanças internas, como a cultura da empresa, precisam estar de acordo com essas ações. 

Somente assim os funcionários se sentiram prontos para tomar atitudes em seus setores que ajude a empresa. Além disso, em muitos casos essa habilidade precisa ser desenvolvida a partir de treinamentos que os motivem a agirem. 

Pensando nisto, neste post apresentaremos dicas simples, mas muito práticas para que seja possível inserir nas organizações e a partir dela desenvolver uma equipe mais proativa. 

O que é proatividade? 

O termo proatividade se refere a pessoas que decidem tomar a frente diante de problemas, ou seja, são aquelas pessoas que assim que veem um problema tomam a frente e desejam resolver logo para atingirem seus objetivos. 

O que e proatividade

Portanto, são pessoas que não esperam um terceiro dizer o que deve ser feito, ela simplesmente vê o problema, busca uma solução e resolve. 

O perfil é o mesmo aplicado nas empresas, já que pessoas proativas são aquelas que tomam a frente das situações, buscando agregar a empresa. 

É bem verdade que não são todos que crescem com essa habilidade, mas, ela pode ser desenvolvida a partir de técnicas. 

 

Quais sao as principais caracteristicas de uma pessoa proativa

Quais são as principais características de uma pessoa proativa? 

– Antecipação: 

Se antecipar a um problema é, com certeza, uma característica de uma pessoa proativa. 

É a partir desta ação que ele analisa o todo e observa os potenciais problemas que podem aparecer e como irá lidar com eles. 

Com essa visão macro, se torna mais simples agir com rapidez para que esses problemas não afetem o negócio. 

– Autonomia: 

Se ser proativo é o ato de agir sem as pessoas pedirem, a autonomia é uma habilidade essencial, afinal de contas, somente com ela, o profissional não vai esperar o seu líder pedir uma posição sobre um problema e irá resolvê-lo. 

Neste caso, estamos falando de pessoas que entendem o seu papel na empresa e tomam sempre atitudes de acordo com o setor que estão inseridos. 

– Entende as prioridades: 

Outra habilidade que um colaborador proativo precisa ter é se sentir à vontade para planejar suas ações e entender o que são as principais prioridades. 

Para isso, é fundamental que ele passe pelo processo de aprendizado da cultura da empresa, afinal de contas, é preciso saber o que é prioridade no negócio para saber o que deve ser focado em diversas situações. 

 

5 dicas para aumentar a proatividade dos funcionarios

5 Dicas para aumentar a proatividade dos funcionários 

#1 – Dê poder a equipe para aumentar a proatividade, mas, com limites: 

Para que seja possível ter uma equipe proativa, a empresa precisa, ter como cultura dar a liberdade do colaborador tomar atitudes que ele considera certo em certas situações. 

Somente com essa liberdade é que eles poderão resolver problemas que surgirem sem recorrer ao líder. Entretanto, nada disso significa que a empresa tem de ficar na mão deles. 

O objetivo é que cada um tenha a liberdade de resolver os problemas que aparecem dentro do seu setor. Além disso, é importante que a ação não afete outras pessoas do time. 

#2 – Respeite o perfil de cada colaborador: 

Se a empresa começou a implementar a cultura da liberdade de ação a pouco tempo, com uma equipe contratada, pode ser que se deparem com aqueles que não gostam de tomar atitudes diante de problemas sem falar com o chefe. 

Isso não quer dizer que o colaborador tem algum problema. Na verdade, isso só quer dizer que ele tem um perfil diferente daquele que toma atitudes sem a ajuda de um gestor. 

Neste caso, é importante deixá-lo se expressar da melhor maneira possível sem realizar comparações ou mesmo de ações que diminuem um ou outro grupo. 

Ao tomar esse tipo de ação, o gestor pode desmotivar aqueles não proativos, além de gerar antipatia por aqueles que sempre tomam a iniciativa. 

#3 – Destaque as conquistas para aumentar a proatividade: 

O feedback é outra ferramenta importante para incentivar mais pessoas a serem proativos na empresa. Entretanto, é essencial que ele seja construtivo. 

Para isso, o gestor pode realizar as reuniões semanais e durante elas relatar a ação de alguém e como ela ajudou a empresa. 

Essa é uma etapa fundamental no processo, seja um resultado pequeno ou grande. Ao evidenciar a ação, o gestor estimula toda a equipe a agir da mesma forma. 

#4 – No processo e seleção busque colaboradores com o perfil necessário: 

Já falamos antes, mas, vale a pena destacar novamente, a importância de a empresa implementar a cultura da atitude aos seus colaboradores. 

Não existe nada melhor do que contratar pessoas que já tem em seu perfil esse tipo de habilidade, diminuindo os custos em treinamento. 

Assim, o gestor deve, antes mesmo de contratar, mostrar que a cultura da empresa apoia esses comportamentos. 

#5 – Aprimore o conhecimento dos seus colaboradores para aumentar a proatividade: 

Os colaboradores que tomam a atitude de resolver problemas sem ser orientados tendem a ser aqueles que se sentem mais seguros. Para que o restante de sua equipe possa desenvolver essa habilidade, o treinamento pode ser importante. 

Hoje em dia existem muitas opções de aplicação que podem ajudar a equipe a se tornar mais independente, como é o caso da gamificação, que gera práticas que podem ser usadas no negócio. 

Como a gamificação ajuda a aumentar a proatividade? 

A gamificação é uma maneira de ensinar, engajar e motivar uma equipe através de jogos. A ideia central é tornar o processo de ensinar conteúdos mais complexos e densos, simples. 

Segundo uma pesquisa desenvolvida pelo Dale, uma pessoa que estuda através de experiências práticas, tem chance de reter até 90% do que aprendeu. 

Quais sao as principais caracteristicas de uma pessoa proativa copiar

 

Por outro lado, quando um aluno é exposto às informações de forma passiva, assistindo vídeos, filmes ou apresentações, a retenção varia entre 50% a 20%. 

Por fim, se o treinamento é feito a partir de leitura, ele consegue reter apenas 10% das informações. 

Assim, a partir de games focados na prática, é possível oferecer diversos benefícios, seja para o autoconhecimento do colaborador, assim como para a própria empresa. 

Mesmo diante de diversos benefícios muitos gestores não sabem como aplicar a gamificação na empresa e abaixo, daremos algumas dicas a respeito e como aumentar a proatividade a partir da gamificação. 

#1 – Crie desafios a partir de jogos: 

Além do maior desafio que é chegar ao final de uma disputa, o jogo pode ter pequenos desafios que juntos irão levar a grande final. 

A cada uma das conquistas, o colaborador irá se sentir mais motivado para chegar à etapa final do jogo. 

Um dos pontos positivos da gamificação neste cenário é que a competição não se torna nociva. 

Além disso, dependendo do jogo, ela consegue engajar e integrar a equipe, tornando o ambiente de trabalho mais leve e proativo, onde um se interessa em ajudar o outro. 

#2 – Crie um sistema de pontuação: 

Ter um sistema de pontuação é essencial para que o colaborador saiba o quanto ele está avançando no jogo no decorrer da prática. 

Um jogo que não apresenta nenhuma pontuação se torna maçante, já que não dá para acompanhar todos os detalhes e os avanços. 

A cada um dos desafios e conquistas, o colaborador pode receber uma pontuação que o ajuda a se colocar entre os melhores jogadores. 

Através desse passo, ele se sentirá mais motivado a conquistar as próximas etapas do game. 

#3 – Determine as regras: 

Não adianta o gestor colocar limites na empresa quando, ao realizar o treinamento da equipe, ele esquece de determinar quais são as regras. 

Essas regras valem tanto para os competidores quanto para o próprio gestor, caso no final do projeto o vencedor seja o premiado. 

Portanto, ao criar um game, crie as regras que precisam ser cumpridas e ao final dele, cumpra e premie o vencedor ou os vencedores. 

#4 – Permeia a equipe: 

Além de oferecer um treinamento de qualidade, é importante que a organização premie as pessoas que se destacaram. 

Os prêmios que podem ser oferecidos são variados, partindo desde um bônus salarial até uma viagem em grupo. 

Caso a empresa tenha parceria com outras organizações, é possível dar acesso exclusivos a benefícios, descontos ou até mesmo uma promoção no trabalho. 

Não importa qual seja ela, o mais importante é que a empresa cumpra com o que prometeu. Esse, sim, é um dos aspectos mais importantes. 

Se, por algum motivo, os colaboradores notaram que as recompensas não estão sendo dadas como o prometido, eles irão se sentir desmotivados. 

Uma equipe desmotivada, foge totalmente com o objetivo da gamificação na organização, certo? Já que o objetivo dela é justamente o contrário. 

Além disso, ações como essas podem levar a desconfiança dentro da organização, criando uma relação negativa. 

#5 – Tenha um sistema de feedbacks para aumentar a proatividade: 

Através da gamificação é possível oferecer aos colaboradores um feedback imediato, de acordo com o desempenho dele. 

Normalmente, os feedbacks demorados também acabam demorando a gerar resultados, já que eles demoram para realizar mudanças necessárias. 

Por outro lado, os feedbacks imediatos tendem a serem mais poderosos, já que as mudanças podem acontecer na próxima ação. 

Caso o gestor não possa estar presente, é importante que peça ao seu líder ou crie uma funcionalidade específica para dar esse retorno. 

Uma ótima maneira de fazer isso é criando notificações a cada etapa vencedora. 

Gamificação para aumentar a proatividade em grandes empresas – Como ela funciona na prática? 

Agora que falamos sobre como aumentar a proatividade dos funcionários e como a gamificação pode ajudar a encurtar esse caminho, vamos levar esse conteúdo a um estágio mais prático. 

Gamificacao para aumentar a proatividade em grandes empresas – Como ela funciona na pratica

 

Abaixo mostraremos quais são as empresas que se utilizam da gamificação e acabam obtendo ótimos resultados: 

Microsoft: 

A Microsoft é vista hoje a maior empresa de computadores para uso pessoal do mundo e implementa no seu dia a dia atividades ligadas a gamificação. 

Através de uma plataforma desenvolvida, chamada Dynamics 365, a empresa encontrou uma maneira de motivar e tornar os colaboradores proativos diante de diversas atividades. 

Entre as atividades que precisavam de mais atenção eram os testes dos softwares da organização, que não podiam ter falhas. 

A ideia então era que os funcionários testassem essas ferramentas e gerassem um feedback de melhorias. 

Antes de criar a sua ferramenta de gamificação, a Microsoft tinha uma grande dificuldade de encontrar pessoas especializadas que pudessem realizar esses testes. 

Além disso, vendo algumas ações como trabalho, muitos colaboradores não queriam gastar o tempo de intervalo verificando a qualidade de software da empresa. 

Agora, através de jogos educativos e premiações, os funcionários formam equipes no pátio da empresa e buscam prêmios, torcendo um pelo outro e ajudando no desenvolvimento da proatividade e espírito em equipe. 

Ominicare: 

Considerada uma das maiores farmacêuticas do mundo, a Ominicare decidiu incluir a gamificação na sua central de TI, depois de ver a sua taxa de abandono de atendimentos via chat de suporte subir para 30%, devido a atrasos de resposta. 

Para conseguir diminuir o problema, a solução foi adicionar uma tabela onde havia uma classificação de desempenho para os atendimentos mais rápidos. 

Em troca dos bons resultados, a empresa fornecia recompensas em dinheiro para motivar o setor. 

Com o decorrer dos meses, o sistema foi aperfeiçoado, passando a focar em itens mais complexos do que apenas o tempo de resposta ao cliente. 

Esse passo motivou ainda mais a equipe e trouxe resultados mais expressivos à qualidade de atendimento da empresa. 

Banco do Brasil: 

Pensando em ter líderes de sucesso dentro da organização, o Banco do Brasil utiliza os jogos de gamificação. 

A maneira mais simples encontrada foi através de um projeto de mentoria conhecido como Game DesEnvolver. 

Essa mentoria oferecia atividades que ajudavam a desenvolver habilidades de liderança em sua equipe, principalmente aos jovens que estavam iniciando a carreira na organização. 

No total, foram mais de 55 mil pessoas recebendo treinamentos e superando os desafios impostos. 

Ao mesmo tempo que realizavam suas conquistas, eles desenvolveram novas habilidades que seriam usadas nas demais seis fases de game. 

Como implementar a Gamificação?

Nós da Gamefic somos mestres em gamificação e já gamificamos empresas dos mais variados tipos como Suzano, CIMED, Banco Safra, Vedacit entre outras. Podemos te ajudar neste projeto e vamos deixar um botão aqui embaixo para que você conheça nossa plataforma e entenda como podemos lhe ajudar com a gamificação.

Um abraço e até a próxima!

Botao Gamefic

Compartilhe o Post

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Previous
Next